Contribuição do SAMU Regional Bragança

Rosangela Gonçalves, Coordenadora Geral do SAMU Regional Bragança, foi convidada pela Dra. Márcia Bevilacqua, Diretora Regional de Saúde de Campinas/Secretaria de Estado da Saúde - DRS VII/SES, para que, em 14/06/2013, ministrasse palestra no Salão Nobre da Prefeitura de Jundiaí, aos Prefeitos, Secretários e Técnicos de Saúde de Jundiaí, Campo Limpo Paulista, Jarinú, Itupeva, Louveira, Várzea Paulista e Cabreúva, sobre modelos de implantação e operacionalização do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU. Rosangela foi ainda, acompanhada pelo Dr. Daniel Felix, Coordenador de Enfermagem do SAMU Regional Bragança.

As abordagens contemplaram informações do complexo estrutural necessário para construir de forma Sistêmica e Regional a Assistência Pré-Hospitalar Móvel com Regulação Médica na área de Urgência e Emergência de 24 horas ininterruptas. A palestrante discorreu sobre instrumentos de planejamento, implantação, execução e acompanhamento, ou seja, formas e ações de gestão desde a elaboração de projeto, conformações legais, assistenciais, institucionais, políticas, econômicas, financeiras e administrativas. 


O modelo que o SAMU Regional Bragança desenvolveu e implantou já foi utilizado como referência por outros SAMU’s, lembrando que Rosangela, em 03/09/2012, esteve em Paulínia, apresentando o nosso modelo, o qual foi base para a implantação do SAMU da Região Oeste de Campinas, composto pelos municípios de Americana, Artur Nogueira, Cosmópolis, Holambra, Hortolândia, Jaguariúna, Nossa Odessa, Paulínia, Santa Bárbara do Oeste, Santo Antônio da Posse e Sumaré, contribuindo assim da mesma forma com que o fez agora em Jundiaí.

Rosangela destacou a importância da observância da legislação, promoção e manutenção de relacionamento /atividades entre municípios e seus atores, ou seja, com os usuários/pacientes, com a sociedade em geral, com gestores dos executivos e dos legislativos, conselhos, instituições prestadoras de serviços e equipes de profissionais de saúde (Hospitais, Santas Casas, UPA’s, Unidades Mistas, …), com instituições e serviços que também atuam na área de urgência (Corpo de Bombeiros, equipes de Segurança Pública e de Trânsito, Defesa Civil, empresas Concessionárias das Rodovias, …).

O SAMU é pré-requisito para outros recursos financeiros e técnicos que os municípios podem pleitear na área de urgência e emergência e a explanação sobre o modelo Bragantino demonstrou possibilidade concreta de viabilidade de implantação do SAMU Regional da Aglomeração Urbana de Jundiaí.

“O SAMU para a Regional Jundiaí, será mudança de qualidade no serviço de urgência que vem com um forte apoio no momento”, afirmou secretário de Jundiaí, Dr. Cláudio Miranda, após as possibilidades apresentadas pelo Regional Bragança. Atualmente existe SAMU apenas na cidade de Jundiaí e este deverá ser implantado/estendido para toda a Região daqueles municípios.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...