O que é o SAMU 192?

O SAMU 192 faz parte da Política Nacional de Urgências e Emergências do Ministério da Saúde, e tem como finalidade proteger a vida das pessoas e garantir a qualidade no atendimento no SUS. Suas diretrizes são: a universalidade, a integralidade, a descentralização e a participação social, ao lado da humanização, a que todo cidadão tem direito. A política tem como foco cinco grandes ações:

  1. Organizar o atendimento de urgência nos pronto-atendimentos, unidades básicas de saúde e nas equipes do Programa Saúde da Família;
  2. Estruturar o atendimento pré-hospitalar móvel (SAMU 192);
  3. Reorganizar as grandes urgências e os pronto-socorros em hospitais;
  4. Criar a retaguarda hospitalar para os atendidos nas urgências; e
  5. Estruturar o atendimento pós-hospitalar.


Com o SAMU 192, o governo federal está reduzindo o número de óbitos, o tempo de internação em hospitais e as sequelas decorrentes da falta de socorro precoce, realizando o atendimento em qualquer lugar: residências, locais de trabalho e vias públicas, contando com uma centrais de regulação, profissionais capacitados e veículos especiais.

O serviço funciona 24 horas por dia com equipes de profissionais de saúde, como médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e condutores-socorristas que atendem às urgências de natureza traumática, clínica, pediátrica, cirúrgica, gineco-obstétrica e de saúde mental da população.

O SAMU 192 Regional Bragança é responsáveis pelo atendimento pré-hospitalar dos municípios de Bragança Paulista, Atibaia, Nazaré Paulista, Bom Jesus dos Perdões, Piracaia, Joanópolis, Pedra Bela, Tuiutí e Vargem, totalizando 379.969 habitantes, conforme dados o IBGE de 2010.

Como funciona o atendimento?

Ao realizar o contato telefônico o cidadão será atendido por um Técnico de Auxílio a Regulação Médica (TARM) que irá colher informações básicas de identificação do solicitante e do necessitado, além de dados de identificação da localidade onde se encontra a pessoa necessitada, incluindo pontos de referência, para permitir que as ambulâncias cheguem ao local. Imediatamente a ligação será transmitida para o médico regulador.

O médico regulador através de anamnese dirigida tria, levanta uma hipótese diagnóstica sindrômica, classifica o grau de urgência, e decide o tipo de resposta mais adequado, solicitando ao controlador de frota que libere a viatura com os recursos necessários ao atendimento. Após o despacho, faz o acompanhamento do atendimento, e serve de apoio a todas as solicitações da equipe de intervenção. Quando necessário, prepara a unidade hospitalar para a recepção do paciente/vítima.


Quando chamar o SAMU? 
  • Na ocorrência de problemas cardio-respiratórios 
  • Em casos de intoxicações exógenas
  • Em caso de queimaduras graves
  • Na ocorrência de maus tratos
  • Em trabalhos de parto
  • Em casos de tentativas de suicídio
  • Em crises hipertensivas
  • Em crises asmáticas
  • Em crises de hipoglicemia
  • Quando houver acidentes/traumas com vítimas
  • Em casos de choque elétrico 
  • Na transferência inter-hospitalar de doentes com risco de morte

A entrada da solicitação poderá vir de diferentes solicitantes:


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...